Seja bem vindo ao nosso site RADIO SAT BRASIL MINHA RADIO GOSPEL radiosatbrasil.com!

No Ar
WhatsApp 61 95475134
Agenda
Nenhuma registro encontrado
Fotos da Cidade
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Top Música
1
Julia Vitoria e GabrielEsperança
2
KemuelAlgo Novo
3
Jairo BonfimDeus Proverá
4
EyshilaMe Leva
5
Jairo BonfimDeus Proverá
Bate Papo

Digite seu NOME:

Banner Lateral 01
Banner Lateral 02
Banner Lateral 03
Banner Lateral 04
Estatísticas

Visitas: 37788

Usuários Online: 1

Testemunhos

Adicionar
Nenhuma registro encontrado
Mural

Enviar mensagem

Ativa web rádio fm

Parabéns! A Notícia em primeira mão. Estamos na Ativ...

Fabricio Nunes

Toda equipe do site está de parabéns pelo belo trabalho, cont...

Sandro

Parabéns a Toda Equipe do Site! Agora é noticia em tempo real...

Bento Junior

Parabéns\r\nSucesso!!!\r\nVoces estao de parabéns pela inicia...

Tamiris

vcs estao de parabéns!! adorei o novo site estar masa pricipalmente ...

Enquete

Qual dessas Redes Sociais voce acessa?

Facebook

Instagram

Twitter

Youtube


Ouvinte do Mes
JoaquimBrasília
radios net

Disponível no Google Play

Brasilia Df

PCDF afasta, em média, 10 agentes por mês devido a transtornos mentais

De acordo com a PCDF, o ano em que mais houve afastamentos por saúde mental foi em 2019, com 164 casos

Publicada em 22/04/2024 às 06:49h - 2 visualizações metropoles

Link da Notícia:
Compartilhe
   

PCDF afasta, em média, 10 agentes por mês devido a transtornos mentais
 (Foto: metropole)

Nos últimos cinco anos, 655 agentes da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) foram afastados dos cargos devido a adoecimentos mentais, como depressão e ansiedade. De acordo com dados da própria corporação, o ano em que mais houve licenciamentos do tipo foi em 2019, com 164 afastamentos.

Em média, a cada mês, há, pelo menos, 10 agentes da Polícia Civil afastados em decorrência de algum transtorno mental.

No ano passado, por exemplo, foram 131 atestado do tipo. Em 2022, 129 agentes entraram de licença.

Suspensão do porte de arma

Além do afastamento, há casos em que os agentes têm o porte de arma suspenso. A medida está prevista em casos de “restrição laboral ou licença para tratamento da própria saúde, quando recomendado pela Policlínica da PCDF”, além de situações que envolvam crimes ou processos administrativos.

Em 2023, 80 servidores, agente de polícia, tiveram porte de arma suspenso. No ano anterior, foram 91. O recorde dos últimos anos fica em 2019, quando houve 129 suspensões.

Casos recentes

Um dos casos mais emblemáticos de policiais civis que tiveram adoecimento mental conhecidos no DF é o da ex-agente da PCDF Rafaela Luciane Motta Ferreira. Condenada por perseguir e esfaquear o ex-namorado, ela foi presa em 2022.

Segundo o processo, Rafaela invadiu a casa do ex-namorado, armada e com farda. Ela teria o ameaçado de morte, o acusado falsamente de agredi-la e estuprá-la. Em seguida, teria se machucado e acionado a polícia.

Rafaela foi condenada a seis anos de prisão e à perda do cargo público em um dos processos criminais. Em outro, a Justiça determinou que ela pague R$ 50 mil ao ex como indenização por danos morais, já que teria mentido ao inventar que havia sido abusada por ele.

A Justiça chegou a determinar internação em instituição para tratamento psiquiátrico de Rafaela. “Observa-se que o exame psiquiátrico realizado em incidente de insanidade mental apontou, de maneira conclusiva, que a acusada, à época dos fatos, era inteiramente incapaz de entender o caráter ilícito de sua conduta”, anotou o juiz responsável na época.

Pesquisa com policiais civis revela que 74% têm ansiedade e depressão

Já em março deste ano, um escrivão da PCDF e a namorada foram encontrados mortos no apartamento do casal em Águas Claras. O escrivão atuava na 12ª DP (Taguatinga Centro) e chegou a perder o porte de arma devido a problemas psicológicos.

Adoecimento

Em janeiro deste ano, o Sindicato dos Policiais Civis do Distrito Federal (Sinpol-DF) alertou para o adoecimento mental da corporação.

Segundo o Sinpol-DF, a “desvalorização profissional e os problemas psicológicos permeiam os bastidores das forças de segurança do DF”.

O sindicato destacou um estudo divulgado em outubro de 2023, segundo o qual 74,4% dos policiais civis relataram terem tido sintomas de depressão e ansiedade, mas apenas 42,7% buscaram tratamento psicológico ou psiquiátrico.

Procurada, a PCDF não informou como procede nem como apoia os agentes nos casos de transtorno psiquiátrico.




ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Parceiros
Parceiro 01Parceiro 02Parceiro 03Parceiro 04JoaquimJoaquim
WEB RADIO_ DO GRUPO PUBLICIDADE JOAQUIM NETO.
Copyright (c) 2024 - RADIO SAT BRASIL MINHA RADIO GOSPEL - Todos os direitos reservados
site, tv, videos, video, radio online, radio, radio ao vivo, internet radio, webradio, online radio, ao vivo, musica, shows, top 10, music, entretenimento, lazer, áudio, rádio, música, promocoes, canais, noticias, Streaming, Enquetes, Noticias, mp3, Blog, Eventos, Propaganda, Anuncie, Computador, Diversão e Arte, Internet, Jogos, Rádios e TVs, Tempo e Trânsito, Últimas Notícias, informação, notícia, cultura, entretenimento, lazer, opinião, análise, jogos, Bandas, Banda, Novos Talentos, televisão, arte, som, áudio, rádio, Música, música, Rádio E TV, Propaganda, Entretenimento, Webradio, CD